Quem és verdadeiramente?

A meio da noite acordo de um sonho. A claridade da lua ilumina a minha face. Ecos na minha cabeça transformam cada sussurro num grito. Sonhei que podia voar pelo céu azul generoso e azul, sobre esta cidade agitada, seguindo-te sobre as copas das árvores, sobre a linha do metro, sobre as pessoas ansiosas que correm na calçada. Tentaria descobrir quem és verdadeiramente.
A meio da noite, com suores frios pelo corpo, na cama e com a janela aberta, fito o firmamento e penso em tudo o que disseste, quem és verdadeiramente.
Quem me dera poder voar agora, dar voltas sobre esta cidade, sobre o chão manchado de cinza. Seguiria o teu rumo, por portas entreabertas, para tentar descobrir quem és verdadeiramente.
Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: