Category Archives: Prazer

Prazer (Leviano)

Prazer. (Prazer em consumir-te.) Prazer em tocar-te nas virilhas húmidas, nas coxas trémulas e lábios molhados. Prazer em desapertar-te os colchetes e revelar-te os peitos fartos. (Dás-me muito prazer.) Prazer em ver-te saciares-te sozinha. Prazer em possuir-te exageradamente, vezes sem conta e cobrir-te com a língua. (É um prazer invadir-te assim.) Prazer em movimentos ritmados, em profundidade, em violência ponderada, em jeitos moderadamente agressivos. Prazer em devorar-te grandemente, remetendo-me à condição de fera. Prazer em entregar-me a ti. (Foi um prazer, nesta cama.)

Prazer. Prazeres da carne.

Prazer (Cortês)

Prazer. (Prazer em conhecê-la.) Prazer em observá-la entre cada janela aberta e porta por abrir. Prazer em despi-la em cada olhar que lhe dou de soslaio. (Prazer, muito gosto.) Prazer em mirá-la, de óculos no nariz, embatucado. (Fá-lo-ei com muito prazer.) Prazer em reconhecer-lhe cada traço, em exagerar-lhe cada atributo seu, como se meu fosse. (Foi um prazer tomar este café consigo.) Prazer em perder-me em cada recanto da sua pele branca, copo de leite com pouco café. Prazer em beber cada suco da sua superfície. Prazer em ouvir as suas palavras sopradas ao ouvido, em derreter-me por cada som proferido por sua boca. (Terei muito prazer em acompanhá-la a casa.)

Prazer. Muito prazer.